Atlética: Associação Atlética Acadêmica de Engenharia da UEM

Ano de fundação: 2008

Mascote: Mosquito

Curso: Engenharia e Arquitetura

Faculdade: Universidade Estadual de Maringá

Cidade/Estado: Maringá – PR

__________

No dia 4 de setembro de 2008, estava sendo fundada por Herbert Rosberg, o “Chuck Berry”, a Associação Atlética Acadêmica de Engenharia da UEM, mais conhecida como EPIDEMIA. Um representante de cada Engenharia: Chuck Berry, Parente, Xulica, Burca e Marcelão se juntaram e criaram o que hoje seria a MAIOR ATLÉTICA DE MARINGÁ E DO SUL DO PAÍS! Ganhou o nome “Epidemia”, cujo mascote é um mosquito, devido ao fato de que na época Maringá sofria com uma epidemia de dengue e do que o significado dessa palavra nos lembra: algo grande, que contagia e faz estragos por onde passa. Desde então, ninguém mais pôde parar esse futuro gigante em crescimento: a Atlética foi idealizadora do maior torneio universitário do Sul do País, o Engenharíadas Paranaense, e dos maiores jogos universitários de Maringá, o JOIA – Jogos Inter-Atléticas de Maringá. Não apenas idealizadores, somos também a Atlética que mais levou títulos nessas duas competições, sendo 7 vezes campeões do Engenharíadas nos anos de 2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2016, 2018, 3º lugar na classificação geral em 2014 e 2015 e vice-campeões em 2017 (ou seja, nunca estivemos fora do pódio nessa competição) e 5 vezes campeões do JOIA Maringá, nos anos de 2008, 2009, 2014, 2015 e 2016.

Essa gigante que a Epidemia estava se transformando só poderia gerar frutos tão grandes quanto, que são as suas 3 vertentes: Bateria Epidemia, Cheerleaders Epidemia e T.O.E. – Torcida Organizada Epidemia. A Bateria Epidemia, que a princípio foi criada apenas para animar a torcida, foi a idealizadora e fundadora dos Desafios de Bateria do Engenharíadas e JOIA e já levou o título de Campeã do Desafio de Baterias do Engenharíadas Paranaense em 2011 e 2015 e do JOIA nos anos de 2012, 2013, 2014, 2015, 2016 e 2017 e foi campeã do Batuque Universitário 2016. Hoje, ela possui três sub-vertentes: a bateria de torcida, que faz barulho e anima a galera durante os jogos, a de desafio e o Bloco Epidemia, que anima eventos e cervejadas com todo o seu talento e batuque! Já a nossa talentosa Equipe Cheerleaders Epidemia é a 1ª equipe de Cheerleading do Paraná, essa já levou os títulos de: 3º lugar do primeiro Desafio de Cheerleading no Engenharíadas Paranaense 2014, 4º lugar do Desafio de Cheerleading no Engenharíadas Paranaense 2015 e 2017, foram Vice-Campeões do Desafio de Cheerleading no Engenharíadas Paranaense 2016 e 2018, bicampeões do Desafio de Cheerleading no JOIA Maringá 2016 e 2017 e Campeão Geral COED Universitário Nível 3 no Cheerfest Supernational 2016 e bicampeões Nacionais COED Universitário Nível 3 no Cheerfest Supernational 2016 e 2017. Ou seja, a Equipe mostrou realmente que saiu do Paraná para contagiar o Brasil! Fundada em 2010, a nossa vertente mais animada e, com certeza, mais louca, a T.O.E., também vem mostrando seu tamanho e importância durante os nossos jogos. De cara pintada, manto vermelho, gritos em nossas gargantas, hinos em nossas bocas e bandeirão estendido mostramos o quão gigante nós somos e que não estamos para brincadeira quando entramos em quadra! Quanto mais juntos cantarmos e torcermos, mais fortes seremos e mais confiança e apoio passaremos aos nossos Atletas guerreiros das quadras! Por isso, a nossa Torcida Organizada é fundamental durante nossas competições!

Hoje, com quase uma década de existência e com as cores preto, branco e vermelho em seu escudo, a Associação Atlética Acadêmica de Engenharia da UEM é formada por mais de 3 mil acadêmicos dos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Engenharia de Alimentos, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia de Produção, Engenharia Mecânica e Engenharia Química. Ao longo desses anos fizemos jus ao nome EPIDEMIA e mostramos porque a nossa história merece ser respeitada!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here