Profissional de jogos digitais: o que faz, a área e o mercado de trabalho

Muitas pessoas adoram games e se você é uma delas, se liga nesse setor que pode te proporcionar uma remuneração acima da média e que tem tudo para crescer cada vez mais.

Conforme o organizador da Brasil Game Show, o Brasil tem a 3ª maior população gamer do mundo. É por conta disso que, atualmente o mercado de games é o responsável por movimentar cerca de 1 bilhão de dólares anuais apenas aqui, sendo assim um dos mercados que mais crescem no país, oferecendo grandes e ótimas oportunidades para quem se qualifica na área.

Quando o assunto é desenvolvimento de jogos digitais, o mercado de trabalho vem abrindo muitas portas, entretanto, se faz necessária uma qualificação profissional na área que engloba programação e interface gráfica. Para isso, algumas universidades já possuem um curso mais específico, a graduação em tecnologia em jogos digitais, mas também pode-se cursar engenharia da computação ou análise e desenvolvimento de sistemas.

O que um profissional de jogos digitais faz?

Ele trabalha diretamente com o desenvolvimento dos games, tanto na parte operacional criando roteiros, estratégias, programando, testando e captando recursos para o lançamento, ou pode ficar responsável por gerenciar todas as etapas do projeto. Os jogos podem ser para todas as plataformas necessárias (smartphone, computador, redes sociais e etc).

Quais áreas esse profissional pode seguir?

Apesar de ser um mercado que está em constante crescimento, possui muitas áreas que o profissional em jogos digitais pode seguir, podendo optar por se especializar em uma única área ou gerenciar o projeto por completo. Dentre as áreas que ele pode seguir, cito as seguintes a título de exemplificação: programador, artista 2D/3D, roteirista, designer de som, produtor, designer, character designer, animador, testador de games e gerente de projetos.

Quando o assunto é salário, conforme o site Love Mondays, um game designer pode receber entre R$ 1.200,00 e R$ 4.000,00, enquanto que a remuneração dos artistas 2D/3D e Character Designers pode variar entre R$ 1.500,00 a R$ 4.000,00. Já um gestor pode receber até R$ 10.000,00 sendo um dos salários mais altos, visto que é o responsável por gerenciar todo o projeto.

Se você pretende seguir esse ramo e ainda não sabe qual área escolher, é necessário pensar não apenas na remuneração, mas também na afinidade e nas habilidades que você tem com a área. Por isso é importantíssimo pesquisar mais a fundo sobre o assunto.

Mercado de trabalho

O profissional nessa área pode ingressar em diversos setores, dentre eles o mercado de jogos educativos que vem crescendo dentro das escolas, além de poder desenvolver simuladores de negócios que são utilizados em treinamentos empresariais. Também pode trabalhar na área médica criando jogos de simulação de cirurgias, por exemplo. Já no marketing ele pode produzir jogos que auxiliem na criação de estratégias para atrair o público mais jovem. As imobiliárias e construtoras também podem contratar esse profissional para trabalhar com realidade aumentada visando proporcionar uma experiência mais dinâmica ao seu cliente, podendo visualizar os móveis em seu interior e mudar as cores das paredes, por exemplo, apenas utilizando a câmera de um celular. 

Como podemos ver, esse mercado é muito promissor em nosso país, visto que estamos entre os 5 países que mais consomem conteúdo mobile em todo o mundo, principalmente quando se fala em jogos de realidade aumentada, que ganhou força após o sucesso do Pokemon Go em 2017. Dessa forma, a Associação Brasileira das Empresas Desenvolvedoras de Games vem buscando fortalecer esse mercado através de investimentos estrangeiros, ou seja, as perspectivas para os profissionais em jogos digitais para os próximos anos são ótimas. Então, se você gosta de games, essa é uma grande oportunidade de unir o lazer com a vida profissional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *