Modalidades coletivas nos Jogos Universitários

As modalidades esportivas disputadas nos Jogos Universitários são naturalmente divididas em coletivas e individuais, inclusive, essa divisão é frequentemente incorporada pela própria administração das atléticas assim como pelas Ligas Acadêmicas, dividindo os trabalhos entre Diretoria de Esportes Coletivos e Diretoria de Esportes Individuais.

Contrastando com as modalidades individuais, as quais, por vezes, exigem silêncio ou são limitadas pela estrutura física do local que são realizadas, as modalidades coletivas são executadas em quadras e campos, espaços que contam com um lugar destinado à torcida, que por sua vez, é conhecida pela agitação e euforia. Os gritos, as músicas e a bateria são peças inseparáveis aos espectadores que acompanham os times.

Normalmente, há 5 modalidades coletivas incluídas nos jogos, todas regulamentadas pelas normas oficiais das confederações, embora sofram interferências pontuais dos estatutos das Ligas Universitárias, visto que algumas situações precisam ser adaptadas à realidade de uma competição acadêmica.

Basquete

Para aqueles que não conhecem a fundo este esporte, acompanhá-lo durante as partidas é angustiante, pois para início de conversa, um leigo não consegue distinguir uma cesta de 1, 2, ou 3 pontos, isso, por si só, já é motivo de aflição; a cada cesta, surge alguém na arquibancada perguntando “de quanto que foi essa ?”. Além disso, há faltas cometidas que podem acarretar até 3 lances livres. Muitos torcedores vão à loucura por não entenderem as regras que estão sendo aplicadas pelo árbitro. 

O basquete é realizado em 4 períodos de 10 minutos cada, sendo os últimos dois minutos do 4º período cronometrados. Esta marcação é importante, principalmente em jogos com pontuação acirrada, pois a paralisação do tempo, enquanto o jogo está parado, impede a possibilidade dos jogadores que estão à frente nos pontos de “segurarem o jogo”, considerando que o cronômetro só volta a andar com o início das jogadas em quadra

Futsal

Este esporte, geralmente, é o primeiro a ter time montado pelas atléticas, grosso modo, tal circunstância está ligada a facilidade em construir uma equipe; 5 pessoas já formam um time. Além disso, é muito fácil encontrar praticantes deste esporte, tendo em vista a sua popularidade no país.

É realizado em 2 tempos compostos de 20 minutos no futsal masculino e de 15 minutos no futsal feminino, com um intervalo de 10 minutos entre os tempos. Em caso de empate, é realizado mais um tempo de 5 minutos, ainda assim, caso o placar não seja alterado, parte-se para os pênaltis.

Handebol 

O handebol prevê muito contato entre os jogadores, assim sendo, os confrontos costumam ser intensos e acalorados (não que as outras modalidades não sejam, até porque tudo nos jogos tem a intensidade ampliada, os ânimos estão constantemente à flor da pele, porém, a impressão é de que o handebol tem um fervor a mais). 

As partidas são feitas em 40 minutos, divididos em 2 tempos de 20 minutos. Em um eventual placar empatado entre os times, é feito um 3º tempo de 10 minutos, persistindo o empate, procede-se para o tiro de 7 metros.

Vôlei

O vôlei, juntamente com o futsal e o futebol, faz parte do grupo dos esportes mais populares no Brasil, em vista disso, também é uma das primeiras modalidades a ter time formado. Por este motivo e também pelo dinamismo inerente a este esporte -afinal, o placar é alterado a todo momento– o vôlei costuma comportar um grande número de espectadores.

A disputa é feita em 2 sets de 25 pontos, em caso de empate, realiza-se um 3º set, denominado “tie-break”, de 15 pontos. A cada set finalizado, os times trocam de lado na quadra

Há competições que seguem a regra da CBV (Confederação Brasileira de Voleibol), a qual adota a necessidade da diferença de pelo menos 2 pontos entre os times para poder fechar cada set, enquanto outras desconsideram. Ainda, há torneios que seguem o formato oficial (disputa em 5 sets) apenas nas finais, como é o caso da recente alteração estatutária feita pela Liga Jurídica Paranaense.

Futebol de campo 

Um dos traços mais marcantes no Brasil é o apreço pelo futebol, portanto, obviamente é um esporte incorporado pelos Jogos Universitários, todavia, costuma ser promovido apenas na modalidade masculina.

Uma partida é constituída por 2 tempos de 35 minutos, separados por um intervalo de 15 minutos de descanso, na hipótese de um placar empatado mesmo após os acréscimos, o desempate é alcançado nos pênaltis.

É preciso reiterar que as regras abordadas neste texto não são universais, existem especificidades adotadas por cada Liga Acadêmica, logo, há variações.

One thought on “Modalidades coletivas nos Jogos Universitários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *