Saaalve galerinha, o ano de 2020 não está nada fácil, e com meio universitário não está diferente, já não bastassem as aulas terem virado quase um EaD devido a forma remota que vem sendo ministradas (e algumas sequer começaram), nós ainda ficamos sem os nossos amados jogos SAUDADE BATEU FORTE. A partir daí, sabemos que todos precisaram se reinventar e seguir a vida, com as ligas atléticas o mesmo aconteceu!

A LASC, liga que organiza o JISC (Jogos Interatléticas do Sul Catarinense) também não parou, primeiro tocando de forma remota desde maio, as reuniões que já aconteceriam em um ano normal, assim foi realizada entrada de novas atléticas e as mudanças estatutárias. Depois ao já lançar uma edição online dos jogos com o “JISC e-Games”, competição que virou solução entre as ligas para ter alguma disputa no ano de 2020 e movimentar um pouco as atléticas.

Reunião estatutária da LASC de 2020 realizado via vídeo conferencia

Assim com a edição 2020 adiada (que muito provavelmente será cancelada também). A oportunidade são os jogos online, e nessa primeira edição do JISC e-Games, estarão em disputa os jogos populares CS (Counter-Strike) e o LOL (League of Legends), como modalidades coletivos, disputados no 5×5 e Xadrez, Poker e FIFA como modalidades individuais. A maioria já estava dentro do @jogosjisc, mas aconteciam de forma presencial sempre.

Os jogos já têm data marcada e acontecerão nos dias 5,6,7,12 e 13 de setembro, o feriadão que já estava marcado os jogos seguem com jogos. Por se tratar de um novo evento da liga, todas as atléticas estarão na mesma divisão e sem a obrigatoriedade de participar do evento.

Logo lançada especialmente para o JISC e-Games 2020

Nos bastidores, o evento já começou, a comissão organizadora busca meios de viabilizar o evento, já que o objetivo é não onerar ainda mais o caixa das atléticas nesse ano “parado”. Com isso conversamos com o diretor esportivo da liga Arthur Marques, vulgo Polaco, sobre como ele projeta os jogos e dificuldades que encontrarão:

Arthur Marques {Polaco}, Diretor esportivo da CO do JISC e representante da atlética AAACA UFSC de Araranguá.

“A princípio a CO acreditou que a quarentena ia acabar antes de setembro que era a data inicial dos jogos, e continuamos planejando tudo para que o JISC ocorresse normalmente, fizemos reuniões online com a liga (estatutária inclusive) até que em um momento a gente percebeu que os jogos não iriam acontecer normalmente, mesmo com o fim da quarentena, foi quando a gente precisou se reinventar, e pensar em como faria para ter jogos sem ser presencialmente.

Foi aí que o E-games surgiu como uma solução para conseguir reunir as atléticas em uma competição. Esperamos assim conseguir trazer todas as atléticas para competirem, afinal mesmo dentro dos esportes eletrônicos, existem modalidades individuais e coletivas, inclusive alguns que já eram comuns no JISC, como Fifa e Xadrez.

Como será nossa primeira experiência com jogos online, e queremos que o JISC leve sempre o melhor para os atletas competirem em alto nível, buscamos as melhores parcerias para fazer um JISC à distância com muita qualidade, assim como é o presencial. Conseguir fazer um JISC que esteja na casa de cada atleta e cada torcedor será um desafio muito legal, e esperamos levar a melhor experiência possível para todos.

Com isso, planejamos que o JISC E-games não seja apenas um torneio “quebra galho” durante o isolamento social. Estamos cuidando de cada detalhe, para que tudo saia perfeito e as próximas C.O.s continuem trabalhando com o E-sports, já que esse tipo de modalidade agrega tanto as nossas competições universitárias. ”

Visto pelo lado da organização dos, procuramos escutar também as atléticas que estarão participando, saber quais serão suas dificuldades e expectativas para o evento.

Deivid Borges, Presidente da atlética Caixa Forte, de Criciúma.

“Hoje na atual situação que nos deparamos, a diretoria do JISC teve a grande ideia, que foi o JISC E-GAMES, algo que já havia sido comentado em reuniões anteriores, mas depois da proposta apresentada e praticamente pronta, nós da atlética CAIXA FORTE ficamos muito ansiosos e empolgados com o esse novo JISC E-GAMES.

Sabemos que são novos desafios, novas modalidades e novos atletas, mas já estamos treinando e se preparando. Sobre o evento, tenho certeza que vai ser muito bom e organizado, sendo um desafio grande tanto para nós atletas como para a diretoria do JISC, mas, sem dúvidas que vai ser um evento que vai entrar para história do JISC, e nós da CAIXA FORTE acreditamos e temos confiança total nos organizadores do JISC.”

Arthur Salvaro, Diretor de Esportes da atlética AAAMON:

“Certamente boa parte do nosso tempo do último ano foi dedicado a busca por melhorar nosso desempenho e apoiar no geral nossos atletas dos esportes tradicionais em um trabalho árduo que objetivava trazer os resultados logo neste ano. Por conta da pandemia, todo esse trabalho teve que ser interrompido subitamente por longos 6 meses (e contando) e não sabemos como e quando voltar. Os treinos parados por tanto tempo sem haver oportunidades para mostrar o resultado buscado com certeza frustra, porque causa a sensação de trabalho incompleto e de não poder mostrar em quadra o que foi aplicado nos treinos, além do receio de que parte do aprendizado pode ter sido perdido nessa parada. Porém, nessa situação, de forma a manter os atletas seguros, a opção dos jogos virtuais foi de excelente escolha. Traz a segurança do distanciamento social junto à manter o espírito esportivo ativo, e abrindo margem para os e-games se manterem. Categorias que estão cada vez ganhando mais espaço entre nossos atletas e nas competições. Independente de não haver, esse ano, os jogos presenciais, a AAAMON estará sempre apoiando e dando todo suporte possível e necessário aos nossos atletas, sempre buscando o melhor desempenho, mas principalmente o amor pela camisa, e por essa família. ”

A busca por movimentar as atléticas precisa ser contínua, eventos como esse e tantos outros que estão por vir são excelentes do ponto de vista de imagem. Muitos eventos terão problemas, a quais não estão acostumados e não sabem como lidar por ser uma coisa nova, mas é certo que será boa experiência para todos.

Assim me despeço e desejo bom e-games a todos, se cuidem!

 

 

 

Quer saber mais sobre o assunto? Bora lá! 

O E-sport dentro das Atléticas – do Hobby à disputa de campeonatos!

3 é demais! Saiba tudo que rolou no JISC 2019

Relembre os melhores momentos do JISC 2018

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here