10 dicas de séries e filmes de Direito, para você pirar!

Quem não gosta de um bom filminho pra passar o tempo? Uma comédia ácida, um romance fofo, um mistério de arrepiar, não importa o gênero, o importante é que muitos filmes além de nos divertir, podem passar alguns ensinamentos, e para que você não perca mais tempo caçando sucessos que podem te ensinar algumas coisinhas de direito a galera do Integraê preparou especialmente pra vocês uma listinha de sucesso tentando fugir dos clássicos filmes e séries de advogados como Suites e O advogado do diabo.

1. Inacreditável

Lançado em 2019 é uma série de apenas 8 episódios extremamente impactantes e com um tema sempre atual, entretanto avisamos que para alguns, a série pode ser um tanto pesada. A série que envolve investigações e tribunais é perfeita para qualquer aluno de direito, baseando sua história na denúncia de uma jovem que afirma ter sido estuprada por um homem que não deixa pistas, a série toca em diversos pontos sensíveis mostrando o trauma das vítimas, a importância da abordagem correta pelos policiais e de muitos das nossas legislações como a Lei do minuto seguinte que protege as vítimas após o abuso.

2. Cara gente branca

Para quem gosta de um clima mais leve e divertido sem deixar de tratar de assuntos importantes nossa mais forte recomendação a Cara gente branca, a série retrata sem medo e com muito humor pequenos e grandes atos de racismo, em 2019 a lei brasileira de nº 7.716  que tornou racismo um crime completou seus 30 anos, mas o tema ainda é bem atual e super importante para a nossa profissão que luta por um mundo mais justo. Não acham?

3. Versões de um crime

Um filme cheio de reviravoltas e mistério que te levam a pensar na validade dos júris populares. Um advogado defende um rapaz em um tribunal acusado de assassinar o próprio pai, entre acusações e defesas o espectador pode montar o caso em sua própria cabeça. E aí se você estivesse lá qual seria sua decisão?

4. Coisa mais Linda

Para todas as nossas advogatas vem aí mais uma sugestão pra assistir com o boy e mandar para todos os amigos, Coisa mais Linda é uma série totalmente brasileira e que vai te fazer ir do riso ao choro em instantes, trabalhando com intensidade as injustiças do sistema brasileiro quanto a gênero a série mostra que já avançamos muito mas ainda precisamos avançar, além disso trabalha a violência doméstica, o feminicídio e o crime passional.

5. O aprisionamento de Stanford

Para nossa completa tristeza esse filme foi retirado do catálogo da Netflix, mas seria imperdoável deixar essa obra de arte jurídica fora da nossa listinha, além disso é super fácil encontrar o filme online. O experimento de Stanford é uma história real que demonstra as raízes mais irracionais do ser humano e a crueldade de alguns sistemas prisionais, todo aluno de direito já deve ter ouvido falar desse experimento em seu primeiro semestre nas aulas de direito penal, mas para entender melhor só assistindo, garantimos que é impossível quem não se choque ou se agonie.

6. The Society

Como seria nossa sociedade sem nenhuma regra? Quem você seria se pudesse fazer tudo? É isso que vem discutir The Society, colocando adolescentes para discutir seus privilégios e exercitar sua empatia, a série foi inspirada no clássico livro O Senhor das Moscas, encontrando espaço para discutir temas como capitalismo e socialismo, ditadura e democracia, de uma forma extremamente fácil de visualizar.

7. O povo contra O.J.Simpson

Direito penal na área! Trabalhando um dos maiores casos dos EUA e um dos julgamentos mais longos e incríveis, esta série deixa qualquer um revoltado, boa parte da série se passa em um Júri popular onde é possível ver erros no sistema, uma mídia invasiva e o poder dos advogados.

O. J. Simpson era o queridinho do EUA quando se tratava de futebol americano, seus grandes destaques em campo e o momento delicado de questões raciais que viviam os Estados Unidos levam este caso a um destaque imensurável, em 1994 o jogador foi acusado do assassinato de sua ex-mulher Nicole Brown e de seu amigo Ronald Goldman, sendo levado a um júri popular que movimentou os americanos e criou o lendário time dos sonhos, uma equipe com os melhores advogados contratados para defender O.J.Simpson.

8. Eu não sou um homem fácil

Excusez-moi mesdames et messieurs, mas esse filme vem diretamente de produção francesa, o filme traz um retrato de um mundo invertido e fatos históricos, onde ao invés de homens, mulheres teriam se destacado, apesar disso é importante ressaltar, não é um universo onde as feministas teriam vencido as batalhas e o mundo seria igualitário e sim onde os homens seriam postos no lugar das mulheres sofrendo com os mesmos desafios, de uma forma cômica se percebe diversas ofensas ao direito de igualdade trazido em nossas jurisdições. O filme não serve para demonstrar o feminismo e sim, para trazer com uma lente de aumento extremamente cômica todos os pequenos detalhes de direitos das mulheres que são diariamente ofendidos.

9.The Politicians

Ser advogado é ser político, seja na OAB ou no dia dia, a nossa profissão tem o peso da necessidade de manter as aparências, por mais que muitos advogados se dediquem todos os dias para termos um mundo melhor, sabemos que nossa profissão muitas vezes se assemelha a política e a necessidade de aparência e influências, quando os próprios alunos de direito não optam por seguir o caminho da política.

Quem se identificou com essas necessidades e os jogos de poder com certeza vai amar a série, The Politicians tem seu enredo em torno de Hobart (Ben Platt), um jovem rico que quer se candidatar à presidência acadêmica de sua escola como uma forma de realizar seu ambicioso sonho de entrar em Harvard e, um dia, ser presidente dos Estados Unidos. A série faz um retrato dramático, bem-humorado e duro do que é ser político e do preço que pagamos quando almejamos ter influência e/ou mudar as estruturas de poder social, com diversas reviravoltas e encruzilhadas morais que farão você pensar nas suas escolhas e nos impactos que elas têm na vida de outras pessoas, além disso o seriado é preocupado em adaptar essas questões para uma forma mais adolescente tornando questões mais simples de entender.

10. Orange is the new black

Apesar da série ser muito conhecida por trabalhar as causas LGBTQ+ o enredo não trata apenas disso, de uma maneira divertida e engraçada a série mostra como são tratados como mercadoria os presos, como as estruturas de presídio são desleixada e a que ponto se deixa de considerar o ser humano com humanidade, entre outras grande causas importantes.

Esperamos que nossos juristas gostem, aproveitem para deixar mais sugestões aqui e a opinião de vocês sobre nossas sugestões.

BÔNUS:

  • Ted Bundy (não é extremamente fiel a história, mas pode despertar a curiosidade em quem é chegado no Direito Penal)

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.