Saiba a importância da ação e conheça algumas iniciativas responsáveis por estreitar os laços da universidade com a comunidade!

Quando ingressei na universidade de jornalismo em 2017, lembro que, logo na primeira semana de aula, fui conhecer um bairro próximo a Unesp de Bauru chamado Jardim do Nicéia. A visita se deu por conta do processo seletivo que eu está fazendo para ingressar no Projeto Voz do Nicéia, um jornal comunitário feito por alunos em conjunto com os moradores do bairro. Foi um dia de aprendizado, brincamos de futebol com algumas crianças, comemos pastel e conversamos com moradores da região. Já na primeira semana de aula pude sair da chamada “bolha universitária” e conhecer mais sobre as demandas da população da cidade a qual dividiria com eles alguns anos.

De uma forma mais concreta, projeto de extensão é um dos três pilares que constituem a universidade pública, sendo elas: pesquisa, projeto e extensão. Essa última característica se diz respeito justamente, a necessidade de expandir esse ambiente a comunidade onde o campus está instalado. É uma maneira do investimento que foi depositado no ensino superior público volte para a população.

As três universidades estaduais mantidas pelo governo paulista – USP, Unesp e Unicamp– são custeadas por parte do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). Então, é dever dessas instituições devolverem esse investimento, uma forma que elas encontraram para fazer isso foi pelos chamados projetos de extensão.

As iniciativas estão presentes em áreas, como: Comunicação, Engenharia, Artes, Educação Física, dentre tantas outras.

Conheça alguns projetos da Unesp de Bauru:

1. Ao Vivo e em Cores

O Ao Vivo e em Cores realiza visitas em escolas públicas de bairros carentes, asilos e ONGs com objetivo de revitalizar esses ambientes. As ações consistem na pintura desses locais e brincadeiras com os voluntários e as crianças. Alunos das três faculdades da Unesp de Bauru -Faculdade de Artes, Arquitetura e Comunicação (FAAC), Faculdade de Ciências (FC) e Faculdade de Engenharia de Bauru (FEB)- tocam o projeto.

Foto/ Reprodução: Ao Vivo e em Cores –
Ação realizada na E. E. João Simões Netto contou com 200 voluntários

2. Enactus

Com o lema “Qual impacto você fará no mundo” a Enactus é uma organização mundial que busca possibilitar o progresso a partir do empreendedorismo. A iniciativa se baseia em conceitos de negócios para melhorar a qualidade e o padrão de vida de uma comunidade.

“Na prática, a gente estuda as comunidades da cidade que atuamos, no nosso caso Bauru, e vemos uma necessidade que determinado grupo possui. No Jardim do Nicéia, por exemplo, as mulheres dependiam financeiramente dos maridos e, conversando com elas, criamos o Saúde Embalada. No projeto, as mulheres produzem e comercializam esse produto e ficam com o lucro da venda”, é o que conta Gabriela Caramigo, membro da Enactus. Além de ganhar uma nova forma de renda, o projeto oferece capacitação financeira e de marketing. Fora o Saúde Embalada, a iniciativa conta com outros diversos projetos, entre eles está O Zagros, que tem como fundamento introduzir hortas urbanas comunitárias em Bauru.

Foto/ Reprodução: Enactus

3. Ensinando e Aprendendo Handebol

O Projeto de extensão da Faculdade de Ciências é ministrado por alunos de Educação Física da Unesp. Presente na comunidade há mais de 15 anos, a iniciativa, ensina crianças da cidade de Bauru a jogarem Handebol durante os sábados nas quadras do Departamento de Educação Física. O projeto também costuma realizar festivais e campeonatos.


Foto/ Reprodução: Ensinando e Aprendendo Handebol

Sua universidade também possui Projetos de Extensão? Conta aqui pra gente quais são e como funcionam!

Quer saber mais sobre o assunto? Bora lá!

Experiências universitárias: como incluí-las no currículo?

7 motivos para você começar um estágio agora!

O que acontece em uma universidade?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here