Foto: TUSCA

Começo de ano, as aprovações dos vestibulares estão saindo e eu, fundadora e ritmista da maior bateria da Paraná, a Carniceiros, to aqui hoje para dar motivos para você calouro (ou não) ingressar em uma bateria universitária. Se liga:

1. Fazer parte de algo dentro da universidade

Foto: JOIA Ponta Grossa

O curso em si vai te desgastar muito e uma maneira de sair um pouco do universo dos livros, provas e trabalhos, sem sair da universidade, é a bateria. Fora que é uma maneira bem divertida de conhecer gente nova, muitas vezes da universidade inteira. Veteranos e calouros de todos os cursos se encontram pra fazer o samba rolar!
E sem dúvida nenhuma, a galera da bateria é a galera mais doida da faculdade! Esse povo sabe como festar.

2. Mais que amigos, família

Foto: arquivo pessoal

 Quase todo dia tem ensaio, ou seja, você estará com as mesmas pessoas quase todo dia… Essas pessoas iram se tornar a sua família, principalmente se você está vindo de outra cidade. E o vinculo é incrível. Eu posso afirmar com todas as letras que os melhores amigos que eu tenho na faculdade vieram (direta ou indiretamente) da Carniceiros.

3. Desenvolvimento pessoal e profissional

Foto: Engenharíadas Paranaense

A faculdade te ensina muita coisa, mas na maioria das vezes é tudo muito teórico. A bateria, além de te dar conhecimento musical, vai te ensinar a aplicar na prática muitos dos aprendizados da sala de aula. Fora o desenvolvimento pessoal, afinal, como lidar com as pessoas e principalmente com suas diferenças nenhuma aula te ensina. Bateria não é só zuera não! Tem aprendizado!

4. Representar da melhor maneira a sua faculdade

Foto: Engenharíadas Paranaense

A maioria das baterias universitárias são criadas para torcida e/ou para participar de competições, ou seja, representar a universidade em jogos e desafios. E é lindo de ver a bateria gritando o nome da universidade, puxando os hinos ou apenas fazendo bonito na competição e fazer parte disso é uma sensação indescritível!

5. Networking  ( IN – TE – GRA – ÇÃO)

Foto: InterBatuc

Como dito anteriormente, a bateria vai participar de vários jogos e desafios e estes são oportunidades únicas para conhecer gente de todo o canto. É nessa hora que rola a famigerada INTEGRAÇÃO.  Eu tenho amigos de diversos cursos do Brasil inteiro graças à bateria universitária. E isso também é importante para o desenvolvimento profissional (viu, como não é só farra?).

A minha faculdade não tem bateria. E agora?

Se a sua faculdade (ou curso) não tem bateria, não se desespere, sempre há jeito pra tudo. Tente encontrar pessoas que assim como você desejam fazer parte de uma bateria universitária e botem a mão na massa! Entre em contato com baterias que já existem, que tenho certeza que elas vão te ajudar (pelo menos a Carniceiros vai! rs). Também há grupos de ex ritmistas que oferecem workshops, tanto para a parte musical, quanto organizacional. É aquele ditado “quem acredita sempre alcança”.

Além de todos esses motivos citados, não tem como colocar no papel todas as experiências vividas dentro da bateria! Ingresse em uma e crie suas próprias histórias! Tenho certeza que você não vai se arrepender.  TAGARAGADA TUMDUM!

Quer saber mais sobre o tema? Bora lá:

Suor em ritmo de batuque: o mundo das baterias universitárias!

12 passos para ter uma Bateria Universitária de sucesso!

Calouros e instrumentos: dois tópicos importantes para uma Bateria Universitária!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here