Oioi galera, tudo certo?

Saindo um pouco do foco da coluna, vim aqui hoje para falar sobre a minha experiência no Interbatuc 2016 com a Bateria Carniceiros, que aconteceu na cidade de Americana-SP. Para quem não conhece, o “Interbatchaka” é o maior desafio de baterias universitárias do país. O evento é realizado em um parque aquático e é nesse local onde TUDO acontece. São 22 baterias se apresentando ao longo do de dois dias. E é lá que as pessoas se alojam (em barracas), se apresentam e vão para a festa Open temática, que acontece no primeiro dia. Em outras palavras, é doidura, maluquice e locurage.

Tendo como experiências eventos universitários do Paraná, a minha maior surpresa foi o “open sujeira”. Eu nunca vi tanta tinta, gliter e boca colorida em um lugar só.  E o melhor de tudo foi que eu amei ser suja! Basicamente, é um ambiente onde tudo é permitido, como muito respeito e sem preconceito. E rolou de tudo um pouco, teve piscina, dança dos animais, bufalo do marajó, Olimpíadas Paralimpícas, olodum, dancinha, boca pintada, Dj tesoura, fantasia, pegação (eu não, porque não faço essas coisas), fotos com gente desconhecida e MUITA integração. São dois dias muito intensos, dos quais você quer aproveitar o máximo possível (já dizia João Brasil, dormir não é aconselhável), principalmente quando você não tem a obrigação de se apresentar (meu caso = bonde dos bêbados).

interbatuc2

Fica aqui o meu conselho: se você tiver a [OPORTUNIDADE], VÁ! Ao final destes dois dias, você não vai querer ir embora, mas como tudo que é bom dura pouco, temos que voltar à vida normal. Ficam no corpo as marcas de sol, os roxos misteriosos e as tatuagens que você não quer se desapegar. E ficam na memória aquele crush que você arrumou, as histórias e as zoeiras infinitas do rolê. E diga-se de passagem, QUE ROLÊ! A

Até a próxima, meus queridinhos! Beijo no coração de todos e xauu!

7515---Rodapé-Blog-Integraê---Copia

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here